terça-feira, 20 de agosto de 2013

Nunca escrevi sobre sapatos

Talvez você seja como meu sapato preferido
Aquele que a gente nunca tira do pé
E se tira, mantém ele em mente.

Você não sai dos meus pensamentos
Mas quando me forçam a isso
Coloco o resto de você no coração.

Não que eu esteja te comparando com um sapato qualquer
Nem com meu favorito
Até porque um dia ele irá pro lixo
Já você... Permanecerá aqui.

Nunca escrevi sobre meus sapatos
Isso porque gosto muito deles
E pra você dedico tudo e todas as palavras do mundo
Mas isso não é uma comparação.

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir